11 de mai de 2016

bate, coração



acordei com uma música na cabeça
"oi, tum, tum, bate coração"
ouvi no caminho do trabalho e cantei sorrindo para desconhecidos
coração anda batendo mais rápido
bate rápido ao ver um filme, ao chorar com o seriado
bate enlouquecido no trabalho
quando chego em casa e vejo a cachorra, bate emocionado
é até engraçado, quando o coração bate mais rápido
porque dá pra sentir o peito trepidar
e a mão até começa a suar
tem muito amor no coração,
tem, sim.
tem também um monte de aflição
"porque o que se leva dessa vida, coração
é o amor que a gente tem pra dar"
e mesmo desengonçado
atrapalhado
meu coração é lotado de amor pra dar e emprestar
ele abraça meus amigos
se entrega ao namorado
se preocupa com a família
e nunca deixa ninguém de lado
por mais estranho que possa ser
meu cérebro tentar controlar o coração na hora de bater
eu gosto de sentir ele vibrando
cada vez que alguém solta um riso de canto
porque sentiu meu amor chegar.
não é fácil viver esses tempos modernos
onde as pessoas não se lembram mais que somos pessoas
que os humanos só pensam no 0 e 1
que a gente ignora os sentimentos
porque a gente só pensa na gente
e esquece que todo mundo, ali dentro
sente.
e se machuca de saudade
e chora por vontades
e se aflige no cantinho
quando fica mais carente
"eu morro de amor, com muito prazer"
então
oi, tum, tum, bate coração
oi, tum, coração pode bater.

Nenhum comentário: