3 de set de 2012

delicadezas


a vida não é um seriado, infelizmente. são poucos anos para amadurecer, entender, pensar e viver. e, muitas vezes, esses poucos anos são aqueles que irão fazer da gente o que seremos por muitos outros. nos seriados, o amor é fácil: por mais que demore temporadas e temporadas, tenha idas e vindas, o último capítulo é certeiro. o final é feliz. isso também acontece nos contos de fadas. veja bem: passamos da idade deles (ou eles acabam de começar).

então, aos 18, você acredita que achou o amor. e ele vai ser exatamente como o seu seriado favorito: o começo é ótimo, depois ele estagna, depois vem a crise e, por fim, a resolução. no meio do caminho, alguns dos melhores sexos - o da reconciliação. aí, anos depois, você entende que, calma lá, este não é, ainda, o amor. ainda tem muito o que viver, o que sofrer, o que aprender. é preciso aprender a deixar alguém ir - e essa parte dói, e não há cena de choro, grito ou morte em seriados que consiga explicar.

poucos momentos depois, você, novamente, encontra alguém. um novo amor. esse, com certeza, vai ser mais fácil: você está mais maduro, mais crescido, mais confiante em si. vive a paixão, aqueles momentos incríveis de felicidade que há tempos você não sentia. 

do nada, tudo acaba. você aprendeu um pouco sobre o amor, mas não aprendeu nada sobre o resto das pessoas. e sobre você, principalmente, que deixou acreditar que, talvez, esse era um bom caminho. pessoa presente o tempo inteiro, cheia de surpresas e fofuras. carinhos sem igual. dê tempo ao tempo. se o encanta acaba - ou se alguém melhor chega - você é substituído. 

lembre-se bem: nos seriados, isso também acontece. mas, êpa, o mocinho vai ficar com a mocinha. é só a trama, só audiência. na vida, não, não. você vai ficar sozinho.

aí você resolve seguir em frente sem o amor. pelo menos por um tempo. e senta em seu quarto, luzes apagadas, cigarros e bebidas ao lado, óculos na cara, computador ligado. cria-se a lista:

1. você
2. sua família
3. o mundo
4. sua felicidade
5. o outro
6. paixão
7. amor

prioridades. melhor deixá-las bem claras em sua cabeça. não tem mais como se confundir, meu deus. tudo está escrito, é só seguir à risca.

aí você sai de casa certo, direto, cabeça para cima e sorriso no rosto. aí você, sem querer, dá de frente com um flerte, talvez. olhos claros, papo legal, bebida na mão…

1. paixão
2. sexo
3. tesão
4. fudeu.

idiotas são aqueles que pensam que vão conseguir dirigir a vida.



yeah, you bleed just to know you're alive...

Um comentário:

Ed disse...

Teus textos = ♥