16 de jul de 2010

vômito de palavras

Esperar, esperar, esperar. Por uma, duas semanas. Algumas noites, dias sem parar de pensar. Sozinho. Só me restou esperar. Esperar planejando, esperar gostando, esperar querendo, esperar mudando. Esperar cada minuto passar. Esperar o coração acelerar. Esperar horas, esperar para amar.

De tanto esperar, quando a hora chegou, um barulho grande se fez por dentro. E parece que tudo desabou.

3 comentários:

andre disse...

Nada é insuperável nessa vida. Apenas leva tempo pra isso acontecer. Tenha fé, acima de tudo.
=)

andre disse...

Nada é insuperável nessa vida. Apenas leva tempo pra isso acontecer. Tenha fé, acima de tudo.
=)

Fernanda Zanol. disse...

Eu também tô esperando.
Esperando tudo se ajeitar ou desabar de vez, não sei.

Adorei o post, lindo como sempre.
beeeijo :*