23 de mai de 2010

different names for the same feeling

É até engraçado dizer, mas fui pego pelas palavras neste final de semana. Senti algo que eu não sabia como explicar. Estranho, já que eu, jornalista formado, deveria conseguir explicar tudo por palavras, de forma direta e objetiva, sem rodeios. Não consegui. Tentei anotar para chegar em alguma conclusão que me deixasse safisfeito. Falhei.

Existem vários nomes para o que sinto. E várias fases, também. Eu, realmente, não sei explicar. É uma mistura de diferente com igual, uma mistura de gostoso com ruim, uma mistura de liberdade com prisão, uma mistura de dúvida com certeza, uma mistura de ódio com paixão. Faz de conta que se chama Caio. É um novo sentimento. Eu Caio você. Eu acho que tô Caio hoje. Caio 4ever.

Sabe qual o maior problema - no caso, para você? É que o sentimento é meu. E eu sou individualista. Não gosto de emprestar minhas coisas. Só eu sei como me sinto, só eu sei o que eu quero, só eu decido meu futuro. Mas, apesar de saber como escrever isto, dentro de mim espero que uma ação de outrém decida tudo por mim, pra me ajudar a ver que estava certo o tempo todo. Ela nunca acontece.

Então o Caio, eu mesmo, que tento escrever e decifrar, voltou ao mundo do qual sempre fez parte. Do seu, não compartilhado com ninguém, que chora todos os dias às duas da manhã por misturar todos os sentimentos em uma só pessoa, que ouve música ruim mas sorri, que sente dor mas engole, que sente a perda mas não sabe lutar.

6 comentários:

Anônimo disse...

Sabe lutar sim!!!
A uns dias mesmo já pensava em desistir e leu (eu acho) de mim mesmo que o simples fato de desistir era a certeza que estava pra começar algo novo. Se permitir limpar tudo e começar do novo, do começo.
Não deu em outra.
Você está sentindo o sentimento que não se entende ou explica, se sente somente!
Na dúvida(que é certa) e no medo, usa aquilo do qual você não tem como fugir e nem sempre entende, mas que está em você...

... suas palavras


D.F.

Fernanda Zanol. disse...

Achei esse sentimento 'Caio' muito parecido com o 'Fernanda' que eu sinto dia sim e no outro também. E ninguém nunca vai entender.

amo seu blog, passa no meu??

beeeijo ;*

Charlie B. disse...

"Existem vários nomes para o que sinto. E várias fases, também. Eu, realmente, não sei explicar. "

Bem, as pessoas são assim, com coisas de sentir e fases, uma hora ou outra tudo se responde, é esperar e veremos.

Charlie B.

Eduardo Bittar disse...

I loved.

Carol disse...

eu carol você

Alexandre Lima disse...

Ultimamente tenho sentido algo parecido.. eu entitulei "isso" de "NADA"... nao to feliz mas tbm nao to triste, nao to esperançoso mas tbm nao to pessimista.

É como viver como um figurante na história da SUA vida.