13 de mai de 2010

desisti

do amor, da dor, da paixão, do sofrimento, da vontade, da carência, do tesão, do carinho, do olhar, do coração, da mão, do trocar, do amar, de mim, de nós, de todos. desisto de desistir. desisto de lutar. desisto de pensar.

6 comentários:

Anônimo disse...

Engraçado quando começamos a nos ver nas próprias palavras que dizem ter fim, sendo que é justamente no fim que vemos um novo começo, não?!
Te vejo então com as palavras de desistir de sentir como um suspiro que antecede ao "ok... vamos lá de novo..."

boa sorte dessa vez q ainda chega...

Anônimo disse...

A propósito...
suas palavras ditas uma em volta da outra me diz baixinho aquilo que penso não ser. A ilusão necessária de que tem sempre um motivo bom.

Tu escreve muito bem.
:)

Fernanda Zanol. disse...

É, as vezes dá vontade de desistir de tudo mesmo...

beeijão ;*

ADORO AQUI.

Gabriela Andrade disse...

Desistir de viver? Não, Caio. Você é muito mais forte do que todas essas desistências.

Belatrice disse...

Vc não desistiu de ter esperança, ela anula tudo isso que vc disse! Bjx!

Lui disse...

Desiste não, Caio.
Quando a lua tiver cheia de novo você vai ver...

O fato de assumir que quer desistir já deixa claro que você ainda não desistiu... Felizmente.