5 de nov de 2008

De tempo em tempo

De vez em quando, eu acho que você nunca vai ser fofo de novo.
De vez em quando, eu acho que você nunca mais vai gostar de mim de novo.
De vez em quando, eu acho que você me esqueceu.
De vez em quando, eu penso que você já não liga mais pra mim.
De vez em quando, eu acho que a tal 'chama' se apagou.
De vez em quando, eu espero sua ligação.
De vez em quando eu tropeço.
De vez em quando, eu me surpreendo.
De vez em quando, eu peço demais.
De vez em quando, eu quero largar tudo.
De vez em quando, você me abraça.
De vez em quando, você me beija.
De vez em quando, você me quer.
De vez em quando, você pode ser uma graça.
De vez em quando, você me passa confiança.
De vez em quando, você confia em mim.
De vez em quando, você pira para ficar comigo.
De vez em quando você me ignora.
De vez em quando, a vida não basta.
De vez em quando, o tempo é doido.
De vez em quando, eu sou seu.
De vez em quando, você foi meu.
Nunca mais você vai me querer como já me quis há um tempo?

Nenhum comentário: