12 de fev de 2008

Porra

Minha cabeça é uma grande reticências: sem começo, nem meio, nem fim. A interpretação fica ao seu caráter. Pra quem reclamava da sobra de tempo, da ousadia, do cárater, porra....

Um comentário:

Ju disse...

que porra, né *três pontinhos*