11 de fev de 2008

Nove meses

E obrigado, obrigado por ter aparecido, por ter me mudado, por ter me humanizado. Por me criar sentimentos, por me abraçar tão gostoso, por me fazer amar. Obrigado pelos desafios, pelos testes, pelas brigas, pelo amadurecimento. Obrigado por ter me escolhido, por ter me enamorado. Obrigado por me levar à sua casa, por me apresentar os seus queridos, por me inserir na sua vida totalmente diferente. Obrigado pelas cozinhas, pelos jantares, pelos almoços, pelos presentes.

Obrigado pelos novos olhos, pelos novos rumos. Obrigado pelo seu amor. E desculpa qualquer coisa, você sabe, eu sou um infantilóide. Mas de sempre, pra sempre, até que a morte nos se pare, o seu Pqno.

Beijo, eu te amo. Lá do fundico do coração, eu amo =D

Nenhum comentário: