7 de jan de 2008

voou

Pois é, olha só o tempo. Distante, maldito, me levou embora o vento. Que saudades, que coração bobo, fraco, tímido, falho. Volta logo, sopro ausente, meus dedos já não sabem mais o que dizer, só quando meus olhos se fecham, a imagem formada, saca só, é você.

Nenhum comentário: